domingo, 1 de janeiro de 2012

LENDO SÓ A MANCHETE

—Preferia que o Ano fosse Ana...
—Que conversa é essa, Rospo? Também viu algum ET?
—Se o Ano fosse Ana, eu poderia chamá-la de Lindona, mas como é ano chamo de Lindão.
—Sabe que não tem problema nenhum chamar o Ano de Lindão. E já tem a quem chamar de Lindona.
—Sapabela? Leu a entrevista do Hitchens no jornal?
—Rospo, não tive tempo. Você sabe, último dia do Ano...
—Verdade, depois falo da entrevista, mas agora quero contar que li uma notícia esplendorosa.
—Isso é exagero, Rospo. O que pode ter sido tão esplendoroso além do céu, do mar, do mundo, enfim.?...
—A manchete diz: "VEREADORES ANTECIPAM AUMENTO DE SEUS SALÁRIOS"
—O que demais isso tem? Não vejo nada de esplendoroso nisso.
—Ora, Sapabela. Nossos salários serão aumentados.
—Rospo, trabalhamos na Educação. O velhão que vai embora...
—Que velhão?
—O ano que se foi. Eu dizia: o velhão que se vai e você que fica caduco? Que papo é esse de nossos salários?
Não se trata de nossos salários. Quando a manchete diz "Seus salários", está se referindo aos deles, dos vereadores. Eles anteciparam o próprio salário. Diga uma coisa, Rospo: você leu a notícia ou só a manchete?
—Só a manchete. Você sabe: último dia do ano.
—Só você mesmo! Vamos tomar um sorvete? Inaugurar o ano. Vamos?
—Já tomamos um sorvete hoje cedo, mas agora é outro convite. Vamos!
—Meu amigo!...
—Yupiiiii!



HISTÓRIAS DO ROSPO 2012  —756

Marciano Vasques

Um comentário:

  1. E eu gostaria que o ano se chamese Mar...E tivesse sua imensidão...
    Luz!
    Ana

    ResponderExcluir

Pesquisar neste blog